Egressos

Egressos:

O PPGE acompanha o movimento dos egressos, bem como o impacto / relação de sua participação nos seus espaços de atuação. Busca-se conhecer as vinculações estabelecidas pelos egressos, tanto voltando aos seus espaços de origem quanto em outros espaços de trabalho, a partir da conclusão de seus cursos.

Até 2011, a coleta se deu por via de instrumento encaminhado por e-mail, correio e a partir de conversas via orientadores. Buscava-se ainda analisar a situação de discentes por meio de seus LATTES. Em 2012, o acompanhamento de egressos foi revisto e foi iniciada pesquisa que faz uso de aplicação de questionário via a ferramenta Google Docs.

Com a pesquisa iniciada em setembro de 2012, a coordenação enviou link por e-mail a 160 alunos que haviam concluído até o final do triênio. Um número de 101 alunos (70% concluíram mestrado e 26% doutorado) responderam o questionário de setembro a dezembro de 2012 e as respostas obtidas mostram a continuidade de alguma tendências que vem se mantendo a julgar pelos resultados do acompanhamento de anos anteriores como: dos egressos respondentes, 95% estão empregados, 6% desempregados, 91% trabalha em instituição pública e 16% em privada.

Antes de concluírem o curso, 28% estavam desempregados e 75% empregados, 33% mudaram de cargo após a conclusão do curso e 18% mudaram de função no mesmo setor de trabalho. Vários egressos foram aprovados em concursos em instituições públicas de ensino superior como IFES, UFES, Redes Municipais e Estatuais de Ensino.

Cumpre destacar que em número significativo de alunos e egressos atuam como professores substitutos na UFES, na Pedagogia e em outras licenciaturas, campus principal e na extensão norte. Reconhece-se a precariedade de tal forma de contratação. No entanto, os egressos cumprem relevante papel nessas unidades ensino, constituindo grupos de estudos e pesquisas, orientando TCC, compondo conselhos editoriais de revistas, desenvolvendo projetos de pesquisa e extensão universitária com professores do programa com ou sem apoio de órgãos de fomento, como registraram no questionário. Esses aspectos mostram a capacidade de nucleação do PPGE.

A pesquisa com egressos no triênio evidenciou que alguns alunos oriundos do programa são profissionais do ensino superior, atuando em um número significativo de instituições privadas responsáveis pela formação de um número cada vez maior de alunos do que a própria UFES.

Destacam-se instituições em Vitória, Vila Velha, Serra, Guarapari, Cariacica, Domingos Martins, Fundão e Viana que fazem parte da região metropolitana. Em todo o estado há alunos e egressos do programa em atuação, por exemplo, nos municípios de: Santa Tereza, Nova Venécia, Colatina, Aracruz, São Mateus, Linhares, Santa Maria de Jetibá, Venda Nova do Imigrante.

Alguns egressos atuam em projetos especiais / convênios de graduação, pós-graduação lato-sensu e outros tipos de formação no extremo sul da Bahia e nordeste de Minas.
A pesquisa revelou que no triênio O PPGE continuou a ter alunos / egressos oriundos de todas as regiões do estado.

Esses profissionais ocupam posição de destaque nos sistemas públicos estaduais e municipais de ensino, destacando-se as Secretarias de Educação. Temos alunos e egressos (recentes) vindos de Minas Gerais e Rio de Janeiro e que estão no estado somente para realizar o curso de doutorado. A grande maioria de nossos egressos profissionais de redes públicas municipais e estaduais que se ocupam de questões político-pedagógicas da educação e, por meio das suas ações, fomentam movimentos instituintes em seus espaços de trabalho.

Não se tem a pretensão de apresentar uma análise quantitativa exaustiva, mas de oferecer uma visão sobre a importância fundamental da formação propiciada pelo PPGE. As respostas ao questionário mostram que 93% relataram que o curso foi importante para a carreira profissional e 97% para a pessoal. Apenas 2% disseram que o curso não contribuiu para o campo de atuação profissional.

Tal importância se mostra ainda pelo fato de muitos dos egressos (47%) continuarem vinculados às Linhas de Pesquisa (o que pode ser observado nos dados da coleta) e com isso não só se beneficiam com as discussões do grupo, mas também beneficiam o grupo com o contato constante com o cotidiano. Os dados atuais nos dizem que pelo menos metade de nossos egressos participou de atividades promovidas pelo programa ao longo do ano.

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910