Integração com a graduação

A integração do PPGE com a graduação, nos cursos de Pedagogia e Licenciatura, se dá pela docência, pelas atividades de pesquisa, de extensão e pela orientação de Trabalhos de Conclusão de Cursos (TCC).

A integração é facilitada pela política interna da UFES que dispõe de normatizações e programas favorecedores do intercâmbio entre graduação e pós-graduação. A Resolução nº 11/2010-CEPE e o Regulamento Geral da Pós-Graduação da UFES, por exemplo, prevêem que todos os docentes do quadro da Universidade que atuam em Programas de Pós-graduação devem ministrar aulas na graduação em disciplinas sob a responsabilidade do Departamento onde estiver lotado.

Devido a essa exigência, muitos docentes do PPGE ministram, no geral, até duas disciplinas nos cursos de graduação. Cabe ressaltar o fato de que a ação de professores permanentes do programa na graduação transcende o âmbito do curso de Pedagogia, visto que as disciplinas de formação comum da área pedagógica das licenciaturas são de responsabilidade do Centro de Educação, bem como as discussões em torno das diretrizes pedagógicas dos diferentes cursos de licenciatura da Universidade.

Assim, como os professores do PPGE são, em sua maioria, lotados nos três departamentos do Centro de Educação que ofertam as disciplinas pedagógicas para os 14 Cursos de Licenciatura da UFES e muitos deles atuam, ainda, como representantes do CE nos Colegiados de cursos de licenciaturas, fica evidente a intensidade do intercâmbio entre a graduação e a pós-graduação no PPGE pela via da docência.

O intercâmbio é favorecido também por meio do Programa Institucional de Iniciação Científica (PIBIC), mantido pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), que tem contribuído significativamente também para a integração entre a Graduação e a Pós-Graduação, pois possibilita a constituição de grupos de pesquisa composto por docentes do quadro permanente do programa, docentes do Centro de Educação, doutorandos, mestrandos e alunos da Graduação (bolsistas de IC e alunos do Programa de Iniciação Científica Voluntários - PIVIC).

Durante o triênio, todos os projetos de pesquisa do Programa contaram com uma ou até duas bolsas PIBIC, além das bolsas de IC conseguidas por outras agências de fomento. No triênio, foram 75 bolsistas PIBIC. As agências que muito têm contribuído com esta articulação são a Fundação de Apoio à Pesquisa do Espírito Santo (FAPES) e o CNPQ que, por meio de editais, tem financiado projetos de pesquisa, que incluem quotas de bolsas de IC, o que, de certa forma, vem aumentando a oportunidade de atuação de alunos da graduação junto a pesquisas realizadas por docentes do programa.

Outra importante via de intercâmbio entre a graduação e a pós é
o Projeto de Educação Tutorial Conexões de Saberes (PET) que trabalha com a temática da educação, na especificidade da educação infantil, no foco da formação de professores, integrando graduandos dos cursos de Pedagogia, Artes Visuais e Educação Física. As ações propostas articulam ensino, pesquisa (Projeto de Pesquisa Trajetórias de Estudantes) e extensão (Projeto de Extensão: Educação Infantil: o trabalho docente no encontro com as crianças), a partir de cinco eixos: Integração com grupos PET regionais e nacionais, integração com demais grupos PET no âmbito da UFES, integração com demais grupos PET Conexões em nível local e nacional, atividades específicas do campo de ação do PET Conexões Educação e ações vinculadas aos cursos de origem dos petianos. Esses eixos se integram na realização das ações, de modo a trabalhar no horizonte de uma completude da proposta de trabalho, numa perspectiva teórico-metodológica que destaca o protagonismo dos sujeitos. São 12 alunos da graduação envolvidos e a coordenadora responsável pelo grupo é a profª Drª Valdete Côco. O PET conta com financiamento da CAPES.

Vale destacar também o Programa Integrado de Bolsas para Estudantes da Graduação (PAD) da UFES, que oportuniza, no triênio, 60 alunos da graduação atuaram em projetos de pesquisa, de extensão e em atividade de ensino supervisionados por docentes do programa. Com o PAD, alunos da graduação estão atuando no planejamento e na organização de eventos (Ciclo/Círculo de estudo/palestras e seminários), em atividades extensionistas e em grupos de estudos. Isso oportunizou no triênio a apresentação conjunta de trabalhos de alunos de graduação e pós-graduação em diferentes eventos da área tanto local como nacional. Os eventos são realizados pelas linhas de pesquisa em articulação com os Núcleos de Estudos e Pesquisas do Centro de Educação e constituem-se em espaço fundamental para a aproximação entre graduandos e pós-graduandos. Alunos da graduação e da pós-graduação são diretamente envolvidos em ações promotoras para participação dos alunos dos Cursos de Graduação nas sessões de defesas de Dissertações, de Teses do Programa.

A integração entre a graduação e a pós-graduação se faz ainda pela via de projetos de extensão permanentes coordenados por docentes do PPGE. Os projetos de extensão têm por objetivo a inserção de graduandos em vivências profissionais interdisciplinares e interinstitucionais. No triênio, 5 professores do PPGE/UFES coordenaram projetos de extensão e atuaram neles 5 graduandos. Os projetos foram: a) Laboratório de Gestão da Educação Básica, coordenado pelas professoras Cleonara Maria Schwartz e Gilda Cardoso Araújo – 1 bolsista; b) Projeto de Educação de Jovens e Adultos, coordenado pela profª Edna Castro de Oliveira – 2 bolsistas; c) Projeto Educação no Campo, coordenado pelo profº Erineu Foerste – 1 bolsista; d) Projeto Museu Aberto, coordenado pela profª Moema Martins Rebouças – 1 bolsista.

Por fim, destacamos a atuação da Pós-Graduação na graduação por meio de orientação de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) pelos docentes do PPGE. Vários professores do Programa, quando não estão diretamente envolvidos com a orientação, participam de bancas de defesa de TCC. No triênio, tivemos 17 docentes do PPGE orientando TCC na graduação.

Estágio de docência:

Um espaço de integração entre Graduação e Pós-Graduação importante é o de Estágio em Docência de Ensino Superior, que possibilita a participação de mestrandos e de doutorandos, bolsistas e não bolsistas, em atividades supervisionadas de ensino na graduação tanto na pedagogia como nos cursos de licenciaturas. Além disso, os estagiários em docência têm participado também de bancas de TCC. O acompanhamento do estagiário em docência é realizado pelo professor-orientador e, quando atua em outros cursos, simultaneamente e numa relação de cooperação, a supervisão é feita pelo orientador e pelo regente da disciplina na Graduação.

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910