Currículo, Cultura e Sociedade

Código: PPGE-6020
Curso: Mestrado em Educação
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Reflexão e análise críticas do currículo que se processa na escola enquanto um espaço integrante da trama social e de manifestação de diferentes culturas.
Bibliografia: ALVES, N. O espaço escolar e suas marcas. Rio de Janeiro: DPA , 1998.
ALVES, N. e GARCIA R. L. (orgs.). O sentido da escola. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.
APPLE, M. Ideologia e currículo. São Paulo: Brasiliense, 1982.
__. Educação e poder. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.
__. Trabalho docente e textos: economia política das relações de classe e de gênero em educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.
__. Conhecimento oficial. Petrópolis: Vozes, 1997.
ASSMANN, H. Metáforas novas para reencantar a educação. São Paulo: UNIMEP, 1996.
__. Reencantar a educação. Petrópolis: Vozes, 1998.
BENEDICT, Ruth. Padrões de cultura. Lisboa: Livros do Brasil, s/d.
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Secretaria de Educação Fundamental: Brasília, 1997.
CERTEAU, M. A invenção do cotidiano: as artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1996.
__.A invenção do cotidiano 2: morar, cozinhar. Petrópolis: Vozes, 1997.
CHAUÍ, Marilena. Cultura e democracia. O discurso competente e outras falas. São Paulo: Moderna, 1991.
CONNOR, S. Cultura pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1993.
COSTA, Marisa. Vorraber (org.). O currículo nos limiares do contemporâneo. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.
DAYRELL, Juarez (org.). Múltiplos olhares sobre educação e cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1996.
ELIAS, Norbert. O processo civilizador: formação do Estado e civilização. Volume 2. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1993.
__. O processo civilizador: uma história dos costumes. Volume 1. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.
__. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.
__. Sobre o tempo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.
ENGUITA, Mariano F. A face oculta da escola: educação, trabalho e capitalismo. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.
FLEURY, R. M. Educar para quê? São Paulo: Cortez, 1999.
__. Multiculturalismo e interculturalismo nos processos educacionais. In: CANDAU, V. M. (org.). Ensinar e aprender: sujeitos, saberes e pesquisas. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.
FORQUIN, J. C. Escola e cultura. As bases sociais e epistemológicas do cotidiano escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.
FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.
__. Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes, 1997.
FRAGO, A. ESCOLANO, A. Currículo, espaço e subjetividade. Rio de Janeiro: DP&A, 1998.
FREIRE, P. A educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.
GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1989.
GENTILI, P. (org.). Pedagogia da exclusão. Petrópolis: Vozes, 1995.
GIROUX, H. Os professores como intelectuais. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
__. O filme kids e a política de demonização da juventude. IN: Educação e Realidade: currículo e política de identidade. Porto Alegre: UFGRS, 1996.
GOFFMAN, E. A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1996.
GOLDMANN, L. Dialética e cultura. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.
GONÇALVES, Luiz Alberto e SILVA, Petronilha Gonçalves (orgs.). O jogo das diferenças: o multiculturalismo e seus contextos. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.
GOODSON, I. F. Currículo: teoria e história. Petrópolis: Vozes, 1995.
GUIMARÃES, A. (org.) Desvendando máscaras sociais. Rio de Janeiro: Francisco Alves,1980.
HELLER, A. O cotidiano e a história. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.
KOSIK, K. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.
LACASA, P. Aprender en la escuela, aprender en la calle. Aprendizaje Visor, [19--].
LEFEBVRE, H. A vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ática, 1991.
__. O direito à cidade. São Paulo: Moraes, 1991.
LOPES, José Teixeira. Tristes escolas: práticas culturais estudantis no espaço escolar urbano. Porto: Afrontamento, 1992.
MARTINS, J. S. (Des)figurações: a vida cotidiana no imaginário onírico da metrópole. São Paulo: HUCITEC, 1996.
MCLAREN, P. A vida nas escolas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
MOREIRA, A. F. Currículos e programas no Brasil. São Paulo: Papirus, 1990.
MOREIRA, A. F. (org.). Currículo: questões atuais. São Paulo: Papirus, 1997.
MOREIRA, A. F. A crise da teoria curricular crítica. IN: COSTA, M. V. O currículo nos limiares do contemporâneo. Rio de Janeiro: DP&A,1998.
MOREIRA, A. F. e SILVA, T. T. Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.
MORENO, M. Como se ensina a ser menina. São Paulo: Moderna e UNICAMP, 1999.
MUSSOLINI, Gioconda. Evolução, raça e cultura. São Paulo: Nacional, 1978.
PACHECO, José Augusto. Currículo: teoria e práxis. Porto: Porto Editora, 1996.
PAIS, José Machado. Culturas juvenis. Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda, 1993.
PEDRA, J. A. Currículo, conhecimento e suas representações. São Paulo: Papirus, 1997.
PENIN, S. T. S. Cotidiano e escola - a obra em construção. São Paulo: Cortez, 1989.
PERRENOUD, P. Ofício de aluno e sentido do trabalho escolar. Portugal: Porto, 1995.
__. Dez novas competências para ensinar: convite à viagem. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.
POPKEWITZ, T. S. Reforma educacional. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.
SACRISTÁN, G. Currículo e diversidade cultural. IN: SILVA, T. T. e MOREIRA, A. F. (org.). Territórios contestados. Petrópolis: Vozes, 1995.
SACRISTÁN, G. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.
SANTOMÉ, Jurjo Torres. O curriculum oculto. Porto: Porto Editora, 1995.
SANTOS, José Luiz dos. O que é cultura. São Paulo: Brasiliense, 1984.
SCHNITMAN, D. Novos paradigmas, cultura e subjetividade. Porto Alegre: Artes Mádicas, 1996.
SILVA, I. H. e AZEVEDO, J. C. Reestruturação curricular. Petrópolis: Vozes, 1995.
SILVA, T. T. e MOREIRA, A. F. (Orgs.). Territórios contestados. Petrópolis: Vozes, 1995.
__. (orgs.). Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez, 1999.
SILVA, Tomaz Tadeu (org.). Teoria educacional crítica em tempos pós-modernos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.
__. O sujeito da educação: estudos foucaultianos. Petrópolis: Vozes, 1994.
__. (Org.). Alienígenas na sala de aula. Petrópolis: Vozes, 1995.
__. Identidades terminais. Rio de Janeiro: Vozes, 1996.
__. O currículo como fetiche. Belo Horizonte: autêntica, 1999.
__. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.
SIROTA, R. S. A escola primária no cotidiano. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.
SPINK, M. J. (Org.). O conhecimento cotidiano. São Paulo: Brasiliense, 1999.
STENHOUSE, L. Investigación y desarollo del curriculum. Madri: Morata, 1984.
VASCONCELLOS, C. Construção do conhecimento em sala de aula. São Paulo: Libertad, 1995.
VELHO, Gilberto. Individualismo e cultura: notas para uma Antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.
WAIZBORT, Leopoldo (org.). Dossiê Norbert Elias. São Paulo: EDUSP, 1999.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910