POLÍTICAS E PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: ENTRELAÇANDO IDENTIDADES E DIFERENTES DIMENSÕES DE INTEGRAÇÃO

Resumo: A proposta de pesquisa aqui apresentada tem como propósito dar continuidade aos estudos que vimos desenvolvendo no Núcleo 1 PPG-UFES da rede de Pesquisa, UFG-UFES-UnB, do Observatório da Educação (OBEDUC/CAPES), Edital 49/2012, no período 2013-2017 , que ora encerra o seu percurso de trabalho coletivo. As pesquisas concluídas e sistematizações resultantes deste período indicam a necessidade de prosseguir em nível local com estudos voltados para o aprofundamento de algumas questões que persistem como desafios, como a das práticas de integração curricular, a da construção de currículos integrados nas práticas de educação de jovens e adultos (EJA) que incorporem os fundamentos da educação popular bem como de outras questões que, no percurso, foram se colocando como necessárias à abordagem teórico-epistemológica das políticas educativas em geral e, em específico, das políticas de EJA. Coerente com a abordagem epistemológica da educação popular, a pesquisa participativa é assim uma opção assumida inicialmente no movimento dessa investigação que se abre para dialogar com outras abordagens metodológicas buscando desocultar “saberes e práticas da margem”, numa perspectiva transdisciplinar A pesquisa participativa, como opção metodológica é tomada como uma “mediação pedagógica capaz de contribuir na formação dos sujeitos envolvidos” (STRECK; ADAMS, 2017, p.41). Ainda reafirmando a opção pela educação popular e pela pesquisa participativa, assumimos “a perspectiva crítica , libertadora, desde a ótica do Sul [de forma associada] à dinâmica de luta pela descolonialidade do conhecimento” (p.42). No movimento de investigação das políticas e práticas, estaremos em uma primeira etapa prosseguindo, de forma orgânica, com o envolvimento junto a 2 escolas onde atuaram e atuam os professores de educação básica participantes da pesquisa anterior: a EMEF EJA “ Prof. Admardo Serafim de Oliveira” da Rede Municipal de Vitória, o Campus Vitória do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e a gestão de EJA da rede municipal de Cariacica. Esses loci de pesquisa continuam sendo, na presente proposta, os principais espaços de investigação na continuidade da pesquisa, o que não exclui a abertura para acolhimento de outros loci que venham a ser parte de investigações a serem desenvolvidas por mestrandxs, doutorandxs e estudantes de IC.

Data de início: 2017-11-09
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado CARLOS FABIAN DE CARVALHO
Aluno Mestrado FERNANDA RODRIGUES NEVES REINHOLTZ
Colaborador Henrique José Alves Rodrigues
Colaborador Elizângela Ribeiro Fraga
Colaborador Edna Graça Scopel

Páginas

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910