POLÍTICAS E PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: ENTRELAÇANDO IDENTIDADES E DIFERENTES DIMENSÕES DE INTEGRAÇÃO

Resumo: A proposta de pesquisa aqui apresentada tem como propósito dar continuidade aos estudos que vimos desenvolvendo no Núcleo 1 PPG-UFES da rede de Pesquisa, UFG-UFES-UnB, do Observatório da Educação (OBEDUC/CAPES), Edital 49/2012, no período 2013-2017 , que ora encerra o seu percurso de trabalho coletivo. As pesquisas concluídas e sistematizações resultantes deste período indicam a necessidade de prosseguir em nível local com estudos voltados para o aprofundamento de algumas questões que persistem como desafios, como a das práticas de integração curricular, a da construção de currículos integrados nas práticas de educação de jovens e adultos (EJA) que incorporem os fundamentos da educação popular bem como de outras questões que, no percurso, foram se colocando como necessárias à abordagem teórico-epistemológica das políticas educativas em geral e, em específico, das políticas de EJA. Coerente com a abordagem epistemológica da educação popular, a pesquisa participativa é assim uma opção assumida inicialmente no movimento dessa investigação que se abre para dialogar com outras abordagens metodológicas buscando desocultar “saberes e práticas da margem”, numa perspectiva transdisciplinar A pesquisa participativa, como opção metodológica é tomada como uma “mediação pedagógica capaz de contribuir na formação dos sujeitos envolvidos” (STRECK; ADAMS, 2017, p.41). Ainda reafirmando a opção pela educação popular e pela pesquisa participativa, assumimos “a perspectiva crítica , libertadora, desde a ótica do Sul [de forma associada] à dinâmica de luta pela descolonialidade do conhecimento” (p.42). No movimento de investigação das políticas e práticas, estaremos em uma primeira etapa prosseguindo, de forma orgânica, com o envolvimento junto a 2 escolas onde atuaram e atuam os professores de educação básica participantes da pesquisa anterior: a EMEF EJA “ Prof. Admardo Serafim de Oliveira” da Rede Municipal de Vitória, o Campus Vitória do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e a gestão de EJA da rede municipal de Cariacica. Esses loci de pesquisa continuam sendo, na presente proposta, os principais espaços de investigação na continuidade da pesquisa, o que não exclui a abertura para acolhimento de outros loci que venham a ser parte de investigações a serem desenvolvidas por mestrandxs, doutorandxs e estudantes de IC.

Data de início: 2017-11-09
Prazo (meses): 48

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado CARLOS FABIAN DE CARVALHO
Aluno Mestrado FERNANDA RODRIGUES NEVES REINHOLTZ
Colaborador Henrique José Alves Rodrigues
Colaborador Elizângela Ribeiro Fraga
Colaborador Edna Graça Scopel

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910