POLÍTICA ORÇAMENTÁRIA E TRABALHO DOCENTE NA EDUCAÇÃO ESPECIAL EM REALIDADES BRASILEIRAS E MEXICANAS

Resumo: Trata-se de um estudo que objetiva analisar a interdependência política orçamentária e trabalho docente na garantia dos direitos sociais de crianças e adolescentes com deficiência, com transtornos globais do desenvolvimento e com indícios de altas habilidades e/ou superdotação. Justifica-se, fundamentalmente, pela possibilidade de aprofundar questões que emergiram no Estudo Comparado Internacional que concluímos em 2016 e de subsidiar a formação de recursos humanos e na temática Direitos Humanos e Diversidade, pela via de um estudo sistemático sobre as implicações da política orçamentária na inclusão escolar. Esta pesquisa é de natureza qualitativa, organizada em duas etapas de investigação, sendo os dados coletados por meio da análise documental, de questionários, de entrevistas semiestruturadas e da observação e participação em contexto. Tomaremos como espaço empírico de investigação um município da Região Metropolitana de Vitória/ES-BRA, um município do Estado de Jalisco-MEX e um município do Estado de Veracruz-MEX. Na segunda etapa da pesquisa, desenvolveremos estudos de caso em quatro instituições públicas de ensino comum, sendo duas brasileiras, localizadas em município da Região metropolitana da Grande Vitória e duas instituições mexicanas - uma localizada no município de Guadalajara e outra localizada no município de Xalapa. Como desdobramento dessa segunda etapa de investigação, no município da Região metropolitana da Grande Vitória realizaremos 01 (um) curso de Formação sobre a temática “Política orçamentária e inclusão escolar”, com carga horária total de 20 horas, envolvendo profissionais do ensino, membros de conselhos municipais, membros do Conselho de escola, técnicos que atuam no ministério público, familiares de estudantes com deficiência, com transtornos globais do desenvolvimento e com indícios de altas habilidades e/ou superdotação. Constituirão sujeitos desta pesquisa: os docentes e os profissionais que compõem a equipe de gestão das escolas focalizadas nos estudos de caso, bem como membros de conselhos municipais, profissionais que atuam nas secretarias de educação e familiares de estudantes com deficiência, com transtornos globais do desenvolvimento e com indícios de altas habilidades e/ou superdotação.

Data de início: 2018-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Júnio Hora Conceição
Aluno Doutorado Gildásio Macedo de Oliveira
Aluno Doutorado Núbia Rosetti do Nascimento Gomes
Aluno Doutorado Giselle Lemos Schmidel Kautsky
Aluno Doutorado Euluze Rodrigues da Costa Júnior

Páginas

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910