Educação Infantil, Infâncias e Cidade: um diálogo possível?

Resumo: Esta pesquisa propõe problematizar a educação infantil a partir de certas linhas pouco visíveis na dinâmica social da escola e fora dela que podem influenciar tanto nas relações estabelecidas com a cidade quanto na formação das crianças. Tem por objetivo investigar as possibilidades de interação entre as instituições de educação infantil, suas infâncias a partir de uma descrição sobre as práticas sociais das crianças na cidade, seus vínculos com a educação infantil e as formas de interação estabelecidas entre as instituições de educação infantil e outros espaços da cidade na perspectiva de suas práticas educativas. A opção metodológica é um estudo exploratório qualitativo. Como campo de pesquisa serão privilegiadas três instituições públicas de educação infantil, sendo duas localizadas nos municípios de Vitória e uma em Guarapari. Como sujeitos da pesquisa participarão cinco crianças com idade de cinco anos de uma mesma turma, moradoras do bairro onde estudam e suas respectivas professoras. Para a interpretação e a descrição dos fenômenos a serem pesquisados serão utilizadas a observação participante das práticas cotidianas vividas pelas crianças – escola e comunidade – com registros em diário de campo; rodas de conversa com as crianças; conversas informais e entrevistas às professoras participantes, incluindo-se a análise de conteúdo dos projetos políticos pedagógicos produzidos pelas instituições investigadas. Fotografias, desenhos e alguns recursos geotecnológicos (GPS, mapas digitais, mapas afetivos etc.) também serão utilizados para uma melhor compreensão dos percursos feitos diariamente pelas crianças e caracterização dos seus contextos de ação. Se as instituições educativas têm sido interpeladas, na contemporaneidade, pelos diferentes acontecimentos da cidade, é porque cidade e escola precisam estabelecer uma relação dialógica mais efetiva e contínua, tendo como perspectiva as crianças e suas infâncias que se fazem presentes nas suas diferentes tramas sociais.

Data de início: 2018-03-26
Prazo (meses): 48

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Conceição Regina Pinto de Oliveira
Aluno Mestrado ALEXANDRA SANTUZZI ZUCCOLOTTO
Aluno Mestrado YAMILLI KAREN RODRIGUES DE PINHO DA MATTA
Coordenador Vânia Carvalho de Araújo
Pesquisador Luciana Pimentel Rhodes Gonçalves Soares
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910