Filosofia da Educação

Código: PPGE-5001
Curso: Mestrado em Educação
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Reflexão sobre a relação entre a Filosofia da Educação e outras áreas dos Fundamentos da Educação. Filosofia ética, saber, poder. Análise de correntes filosóficas em sua relação com as tendências do pensamento pedagógico brasileiro. Filosofia do cotidiano escolar: currículo professor e diversidade cultural.
Bibliografia: APPLE, M. Ideologia e currículo. São Paulo: Brasiliense, 1982.

BARBIER, R. Pesquisa-ação na instituição educativa. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

BOCHENSKI, I.M. A filosofia contemporânea ocidental. São Paulo: EDUSP, 1975

BOSI, A cultura brasileira. In: MENDES, D.T. et al. Filosofia da Educação Brasileira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1987.

CARVALHO, J. M.; SIMÕES, R.H.S. et al. A questão da interdisciplinaridade: integração de disciplinas ou construção coletiva de um projeto político-pedagógico? Vitória: PPGE/UFES, 1994.

CARVALHO, J. M.; SIMÕES, R.H.S. Os fundamentos sócio-histórico filosóficos de educação: uma questão interdisciplinar? Reflexão e ação. Santa Cruz do Sul, vol. 3, n 112, p.75-86, jan/dez. 1995.

CENTRO DE ESTUDOS FENOMENOLÓGICOS DE SÃO PAULO. Temas fundamentais de Fenomenologia. São Paulo: Moraes, 1984.

CHÂTELET, F. História da Filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 1982. v.8.

CHAUÍ, M. Ética e Moral. Vitória, Mesa Redonda: 46ª Reunião SBPC, 1994.

___. Cultura e democracia: o discurso competente e outras falas. São Paulo: Moderna, 1982.

COMTE, A. Discurso preliminar sobre o conjunto do positivismo. São Paulo: Abril Cultural, 1983. Coleção OS PENSADORES.

CUNHA, L. A. Educação e desenvolvimento social no Brasil, Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1980. (Cap. 1).

DELEUSE G. Em que se pode reconhecer o estruturalismo? In: CHÂTELET, F. História da Filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 1982. v.8

DEMO, P. Metodologia científica em ciências sociais. São Paulo: Atlas, 1982.

DEWEY, J. Vida e educação. São Paulo: Abril Cultural, 1985. Coleção OS PENSADORES.

DOMINGUES, J. L. Interesses humanos e paradigmas curriculares. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. 67 (156): 351-66, maio/ago. 1986.

SEVERINO, A. J. Discurso pedagógico, discurso ideológico e discurso filosófico. Petrópolis: Vozes, 1986.

FREIRE, P. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

___. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.

FREITAG, B. Escola, estado e educação. São Paulo: Moraes, 1980

___. A teoria crítica: ontem e hoje. São Paulo: Brasiliense, 1986

GADOTTI, M. Pensamento pedagógico brasileiro. São Paulo: Ática, 1987.

GENTILI, P. (Org.) Pedagogia da exclusão. Petrópolis: Vozes, 1995.

GILES, T. R. História do existencialismo e da fenomenologia. São Paulo: EPU, 1989.

GIROUX, H. Pedagogia radical. São Paulo: Cortez, 1983.

___. Teoria crítica e resistência em educação. Petrópolis: Vozes, 1983.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1982.

HELLER, A. O cotidiano e a história. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

___. Sociologia de la vida cotidiana. Barcelona: Península, 1987.

HUSSERL, H. A idéia da fenomenologia. Lisboa: Edições 70

JAPIASSÚ, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

___. Introdução ao pensamento epistemológico. Rio de Janeiro: Alves, 1984.

JAPIASSÚ, H. & MARCONDES, D. Dicionário básico de filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 1989.

LEFEBVRE, H. A vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ática, s/a.

LEPARGNEUR, H. Introdução ao estruturalismo. São Paulo: EDUSP, 1972.

LÉVI-STRAUSS, C. Antropologia cultural. São Paulo: Tempo Brasileiro, 1980.

LIBÂNEO, J. C. Democratização da escola pública. São Paulo: Loyola, 1985.

LUCKESI, C. C. Filosofia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

LOWY, H. Ideologias e ciência social. São Paulo: Vozes, 1989.

MARX, K. e ENGELS, F. Texto sobre educação e ensino. São Paulo: Moraes, 1983.

___. A ideologia alemã. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

MENDES, D. T. Anotações sobre o pensamento educacional no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. (160): 493-506, set./dez, 1987.

MIRANDA, I. L. de. A consciência dos valores éticos na práxis pedagógica intencional e a construção da democracia. In: PERSPECTIVA, Florianópolis, ano 11(19) jan./jun. 1993.

MOUNIER, E. Introdução ao existencialismo. São Paulo: Duas Cidades, 1963.

NOGUEIRA, M. A. Educação, saber e produção em Marx e Engels. São Paulo: Cortez, 1990.

NOVELLE, M. Ideologias e mentalidades. São Paulo: Brasiliense, 1987. p. 26-102 e 255- 331.

PAVIANI, J. & BOTOMÉ, S. P. Interdisciplinaridade: difunções conceituais e engano acadêmicos. Caxias do Su:, Departamento de Filosofia da Universidade de Caxias do Sul, 1993.

PENIN, S. Cotidiano e escola: uma obra em construção. São Paulo: Cortez, 1989.

PIAGET, J. O estruturalismo. São Paulo: DIPEL, 1970

PINAR, W. (Org.) Heightened consciousness: cultural revolution and curriculum theory. Berkeley: MacCutchan, 1974.

___. (Org.) Curriculum: theorizing: the reconceptualists. Berkeley: MacCutchan, 1974.

SARUP, M. Marxismo e educação. Rio de Janeiro: Zahar, 1980.

SARTRE, J. P. Questão do método. São Paulo: Abril Cultural, 1984. Coleção OS PENSADORES.

SAVIANI, D. Educação: do senso-comum à consciência filosófica. São Paulo: Cortez, 1983.

___. Tendências e correntes da educação brasileira, In: MENDES, D. T. et al. Filosofia da Educação Brasileira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1987.

SEVERINO, E. A filosofia contemporânea. Lisboa: Edições 70, 1987.

SILVA, T.T. & MOREIRA, A. F. Territórios contestados: o currículo e os novos mapas políticos e culturais. Petrópolis: Vozes, 1995.

SCIACCA, M.F. História da filosofia. São Paulo: Mestre Jou, s/d,

STEGMULLER, W. A filosofia contemporânea. São Paulo: EDUSP, 1977.

SUCHODOLSKI, B. A pedagogia e as grandes correntes filosóficas. Lisboa: Livros Horizontes, 1978.

VITA, L. W. Pequena história da filosofia. São Paulo: Saraiva, 1968.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910