Formação cultural, contradição e resistência na filosofia de Theodor Adorno: desdobramentos para uma teoria crítica da educação

Resumo: Esta pesquisa, inserida no campo dos fundamentos filosóficos da educação, busca responder sobre a importância da categoria de contradição na filosofia (dialética) de Theodor Adorno. A hipótese é de que não apenas a adaptação, mas principalmente a contradição e a resistência são fundamentais no processo de socialização do sujeito no âmbito de uma sociedade dominada pela semiformação (Halbildung) que tende a aniquilar a formação (Bildung). Ele propõe “recriar” a tensão entre esses dois instantes que são antagônicos e complementares da formação cultural.

Data de início: 2018-05-02
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Robson Loureiro
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910