TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO E APRENDIZADO DE LA: uma análise de conteúdo à luz da teoria crítica da sociedade

Nome: ROBERTA GOMES LEÃO
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 30/12/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Kyria Rebeca Neiva de Lima Finardi Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Kyria Rebeca Neiva de Lima Finardi Orientador
MICHELE SALLES EL KADRI Examinador Externo
Robson Loureiro Examinador Interno

Resumo: Esta dissertação tem como objetivo investigar o papel das tecnologias digitais no ensinoaprendizagem-uso da Língua Adicional (LA) nas pesquisas científicas no âmbito da Educação e do
Ensino. Para tanto, fizemos um levantamento nas bases da Biblioteca Nacional de Teses e
Dissertações (BNTD) e na plataforma da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível
Superior (CAPES) defendidos entre 2015 e 2019, a fim de compor um corpus para análise de
conteúdo (BARDIN, 2011). Procuramos compreender a abordagem da tecnologia usada em cada
trabalho para verificar se ela promove a semiformação, conceito que tomamos de Adorno (1992) e
que está relacionado à crença de ter pleno conhecimento sobre algo, quando na verdade, o
conhecimento sobre o assunto é insuficiente. Os dados sugerem que o uso das ferramentas digitais
não é suficiente por si só para promover o ensino-aprendizagem-uso da LA e que a mediação do
professor é essencial para o uso crítico da tecnologia digital contra a semiformação. A análise
também sugere que os professores são consumidores de conteúdo digital, mas, ao mesmo tempo,
buscam ser mediadores no processo de ensino-aprendizagem-uso da LA. A partir desse resultado,
ressaltamos a importância de investir na formação inicial e continuada dos professores tendo em
vista a relevância da teoria crítica para o uso efetivo das novas tecnologias em prol de uma educação
libertadora. Identificamos também que as tecnologias digitais trazem grandes avanços para a
educação, como se vê na utilização de atividades gamificadas e as possibilidades de aprendizagem
online. Por outro lado, tentamos discutir alguns dos problemas das novas tecnologias,
especialmente em relação à pandemia Covid19 que impôs medidas de distanciamento social
afetando nossas relações com o ambiente virtual e com as novas tecnologias, sem, no entanto,
mudar o foco principal desta pesquisa. Na conclusão, enfatizamos a necessidade de mais pesquisas
sobre as formas de ensino-aprendizagem-uso de LA com tecnologias vistas para além de suas
funções instrumentais combatendo a semiformação.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910