Gestão Democrática Como Caminho para o Fortalecimento da Descentralização da Gestão na Educação do Campo em Domingos Martins

Nome: Paulo Sergio ReetzTipo: Dissertação de mestrado profissionalData de publicação: 13/11/2020Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Valter Martins Giovedi Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Antonio Donizetti Sgarbi Examinador Externo
Itamar Mendes da Silva Examinador Interno
Valter Martins Giovedi Orientador

Resumo: Esta dissertação tem como título: Gestão democrática na educação do campo no Município de Domingos Martins/ES. O que nos levou a ele foi a percepção das dificuldades das escolas e comunidades de exercerem uma democracia na perspectiva mais radical, com maior autonomia e emancipação na gestão no município. Elegemos como problema: Como pode ser pensada e organizada uma concepção de gestão de Educação do Campo, onde a democratização governamental permita que a auto-organização da comunidade no entorno das unidades escolares seja determinante nesse processo de gestão? Para buscar respostas à pergunta-problema, entendemos que nosso Objetivo Geral deveria se limitar a propor uma maneira de se repensar e, consequentemente, provocar uma organização na gestão da Educação Municipal em Domingos Martins/ES, para que a auto-organização das comunidades estejam concretizadas nos processos da Educação do campo martinense. Diante disso, desenhamos os seguintes objetivos específicos: Compreender o paradigma da gestão democrático-participativa e suas contribuições para a gestão auto-organizada da Educação do campo; Analisar a atual gestão a partir dos seus documentos oficiais e dos sujeitos que atuam na educação do Munícipio de Domingos Martins; Sugerir, a partir da análise qualitativa documental, um modelo ou um produto que promova a participação direta da Comunidade Escolar no Processo de Gestão Escolar. Para tanto utilizamos uma metodologia qualitativa de análise documental, e fixamos como nosso referencial teórico a concepção freireana de democratização escolar e de denúncia à gestão centralizada e elitista. Na análise documental, selecionamos apenas as partes dos documentos do município que dizem respeito aos seguintes aspectos da gestão educacional: Pressupostos teóricos, concepção de Gestão, concepção de participação, concepção de descentralização e autonomia institucional, instâncias participativas e funcionamento das instâncias. Como produto dessa pesquisa, apresentamos um desenho sugestivo de Conselho Popular de Educação, por meio da qual se busca uma gestão escolar democrática, auto-organizativa da comunidade como um todo.Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910